Cuidado

Viver indeciso é a pior coisa que existe.
Uma falha de nossa própria capacidade de escolher, se é que escolhemos algo.

Precisamos de um desejo para montar nossa vida,
por cima dele.
Não precisamos de mais nada,
apenas um incentivo, algo para seguir em frente.
Uma perspectiva para o futuro, um projeto de vida.

"Não importa o que fazemos se encontramos sentido nisto já estamos salvos! Preciso de um norteio, um sentido para a vida, uma motivação; seja ela qual for."

A angustia não é a minha inimiga, e tolo é quem acha que ser feliz o tempo todo é a resposta. Somos um saco vazio, cujo não existe suprimentos permanentes.
Certas coisas fazem parte de nós, coisas que doem, coisas que nos deixam vulneráveis. Lembro-me da fábula de Higino, do cuidado e angustias que sempre caminharão ao nosso lado. Como parte de existir, como parte de ser-aí.
Mesmo sozinho não estamos desamparados: pense, no mínimo temos dois? Ou isso seria mais uma ilusão e uma fraqueza.

Estou conectado com minha história; Presente, passado e futuro é um único tempo. O meu tempo, a minha vida.
Por isto que digo que Eu não fui, mas eu sou! O que somos no passado interfere no que somos no presente; E o futuro sempre vem primeiro.

É a morte que produz sentido para nossa vida, mas mesmo assim
preciso cuidar de mim.
Preciso me curar, mesmo sabendo do fim.