porquês


Você se pergunta o porquê de eu lhe deixar. Você me pergunta o porquê de eu lhe deixar. É simples. Eu não posso mais falar com você. Eu não quero mais falar com você. E o mais importante de tudo: eu não consigo mais falar com você.

Literalmente. Sobre nada. Nós não conseguimos mais conversar sobre tudo ou qualquer coisa.

Eu sei que você lembra de como costumávamos ser perto um do outro. Risadas, piadas, olhares, abraços. Era confortável. Era seguro. Era tudo que queríamos. Éramos nós.

E agora somos eu e você.

Dói. Você diz que dói e eu sei que dói porque também está doendo em mim. É claro que está. Você me pergunta por que isto está acontecendo e eu abro a boca pra te responder mas não sai nada. Mais um nada. Eu não consigo mais falar com você.

Talvez eu tenha mudado. Talvez você tenha mudado. Não somos mais aqueles adolescentes que riam de tudo e não se preocupavam com nada. Talvez seja esse o motivo.

De qualquer forma, eu preciso te deixar. Você foi tudo pra mim, um dia. Eu provavelmente nunca vou te esquecer.

Porque até esse último minuto, até o último sorriso, a última lágrima derramada sendo nós, até esse último adeus com a voz embargada, eu te amei.

Nunca deixei de te amar.