Menos a Esperança



Sabe aqueles filmes que nos fazem chorar?
Nenhum deles é verdade.
Podemos ver em nossa realidade quão arrogantes somos.
Mesmo assim nós tentamos provar o contrário, provar que o amor verdadeiro existe,
Provar que em nossa vida, apesar de estarem muitos contra nós, o amor sempre vence!
Tentamos viver, como se a vida fosse uma fita K-7, na qual podemos rebobiná-la e voltar atrás,
Escrever um novo fim. Ou apagá-lo, para que nosso filme nunca termine.

Mas mesmo assim não estaríamos satisfeitos,
Pois somos seres em constante mudança, seja visual ou mental.
- O meu amor não é igual ao seu. -

Queremos viver em um conto de fadas,
Esperando que nos façam maravilhas por amor,
Mas não percebemos que assim, nos tornamos as bruxas más dessas histórias,
Criando brigas, por ciúmes, por desejos não atendidos!
Mesmo que muitas vezes a outra pessoa nem imagina o que queremos!

Enquanto isso, a vida se esvai,
Como o refrigerante pelo canudo.
E tudo acaba.

Menos a esperança.