Lua Amarela



- Olhe quem está aparecendo no céu! Disse o rapaz.
- O nosso amor? Perguntou a moça.
- Não meu anjo. O nosso amor já persiste em toda parte há tempos.
- Então o que é?
- A lua amarelada. Não um amarelo natural, mas um tom igual ao que vejo em seus olhos refletindo o brilho do sol.
- Assim eu fico com vergonha!
- Vergonha sente esta mesma lua que agora nos ilumina, por olhar no teu rosto e ver algo mais belo que si própria. E se algum dia a lua não existir, que um de seus olhos possam incandescer as nossas mais escuras trevas. Não percebe que sempre que choras, a chuva vem? Que sempre que você sorri, o meu mundo torna-se tão pequeno quanto sua boca e tão grande quanto seu coração?

Em silêncio ficou ela por um instante. Depois disse, somente,
sabiamente:
- Eu amo você.
E com estas palavras disse tudo e mais um pouco...