Eu, infelizmente,

... te deixo ir.
Nós éramos perfeitos, éramos duas metades da mesma coisa,
E agora você me traiu, me deixou para trás.
Quis seguir sua vida por si própria.
Não imaginei que seria tão áspero.
Passo e repasso imagens na minha mente enquanto caminho.
E, por detrás das gotas de chuva que encharcam meu rosto,
Eu vejo de relance você.
Ninguém mais tem a pele tão branca e os cabelos tão vermelhos assim.
Ninguém mais é linda desta maneira.
Mas não pode ser! Será que sofres como eu?
Meus passos alargam-se, assim como meus braços, para ter mais um terno beijo com meu antigo amor.
Mas o que está feito está feito, e, como cheguei,
Estou indo embora, coração.